Mais Dados desenvolve projeto de data center para Samauma Brands Brasil

Recentemente, a Samaúma Brands Brasil aderiu ao sistema de data center e a Mais Dados foi responsável pelo desenvolvimento do projeto. Conhecida mundialmente como uma das maiores distribuidoras de produtos eletroeletrônicos, com presença em nove países e forte atuação em quase todo o mundo, seu escritório em terras brasileiras está localizado em São Paulo, de onde é comandada a distribuição para vários países da América do Sul. Com forte atuação no atacado, grande parte de seus negócios são realizados online. Logo, se tem ideia do enorme volume de dados processados todos os dias.

 Antes da implementação do sistema, era necessária uma estrutura de servidores robusta, que ocupava um grande espaço e equipe técnica preparada para atender a qualquer pane ou interrupções na rede. O projeto desenvolvido pela Mais Dados levou em conta toda a logística necessária para a realização dos processos, armazenamento de dados e backup, contemplando soluções e ferramentas para otimização o uso do sistema.

 Para o diretor Financeiro da Samaúma Brands, Daniel Doho, o data center trouxe ganhos imediatos, como maior agilidade e rapidez no atendimento das demandas operacionais, redução dos gastos com energia e manutenção e, o mais importante de tudo, a segurança das informações. “O que nos motivou foi a segurança nos dados e equipamentos, pois fica tudo na nuvem. O Investimento é menor que um servidor próprio e não demanda substituição por vida útil da tecnologia”, explica.

 Segundo Gustavo Rodrigues, arquiteto de soluções da DC Tecnologia, atualmente, a maior preocupação das empresas é com a segurança das informações. “Além da praticidade, o custo benefício é ótimo. Eles economizam espaço, custos com equipamentos e ainda ficam seguros. Caso aconteça alguma intercorrência aqui na DC, os dados estão replicados na Amazon”, enfatiza.

 Rodrigues pontua que a infraestrutura do data center oferece uma abordagem direta ao segmento de atuação. “Neste sentido, nossa experiência na implantação de soluções para grandes redes atacadistas foi fundamental, pois já tínhamos uma ideia de quais os gargalos e necessidades deveríamos levar em conta na elaboração desta arquitetura”.

 Daniel Doho afirma que conheceu a DC através da PC Sistemas, empresa que faz gestão em atacado distribuidor. Para ele, é impossível voltar atrás. “Precisamos fazer mais com menos e é isso que o data center da Mais Dados nos proporcionou”, ressalta.